Oct 27, 2021 Última Atualização em: 5:32 PM, Oct 22, 2021

Fetapergs participa de protesto na Capital contra proposta de reforma da Previdência

Publicado em Notícias de 2016
Lido 1203 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Grupo protesta na Capital contra proposta de reforma da Previdência

Organizado por advogados, ato ocorreu na Redenção, em Porto Alegre e contou com a participação

da FETAPERGS e das Associações de Aposentados de Viamão e Novo Hamburgo

Por Cleidi Pereira

Dezenas de advogados e aposentados participaram, na tarde deste domingo, em Porto Alegre, de um protesto contra a proposta de emenda à Constituição (PEC) 287, que trata da reforma da Previdência Social. Com faixas, cartazes, buzinas e megafone, o grupo se concentrou no Monumento ao Expedicionário, no parque Farroupilha (Redenção), distribui panfletos e depois saiu em caminhada pelo local.

A manifestação foi a primeira convocada pelo Movimento pela Verdade na Previdência e ocorreu em outras cidades do país. No Rio Grande do Sul, houve protesto em Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo. Segundo os organizadores, cerca de 300 pessoas participaram do ato na Capital.

De acordo com o advogado Tiago Kidricki, 36 anos, o PEC 287 é "muito radical" e irá penalizar os trabalhadores, ao estabelecer uma idade mínima de 65 anos para aposentadoria, além da necessidade de contribuir por 49 anos para ter direito a 100% do benefício.

— Essa proposta fere direitos fundamentais, cláusulas pétreas da Constituição. Não somos contra melhorar a Previdência, mas não dessa forma — disse.

Para o advogado Charles Pacheco, antes de apresentar a proposição, o governo federal deveria debater o tema com a população. Especialista em direito previdenciário, ele questiona o argumento do governo de que há déficit e afirma que a PEC compromete o futuro desta e das próximas gerações.

— O que nos defendemos é que uma reforma tão profunda como essa não pode ser feita de forma afobada.

Na última quinta-feira, após quase 12 horas de debates, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada, por 31 votos a favor e 20 contra, o parecer do deputado Alceu Moreira (PMDB-RS) pela constitucionalidade da PEC 287.

 Agora, a próxima etapa será a criação de uma comissão especial para debater o mérito da proposta, que estabelece que o trabalhador precisa atingir a idade mínima de 65 anos e pelo menos 25 anos de contribuição para poder se aposentar.

Fonte: Zero Hora

Reforma da Previdencia  Felix Zucco Agencia RBS

Última modificação em Segunda, 19 Dezembro 2016 18:41
Karine Moraes

Fundada em 24/01/1984, é uma associação de direito privado, representativa e orientadora, com fins não econômicos e congrega entidades representativas de aposentados, pensionistas e idosos, quaisquer que sejam as suas origens profissionais, tendo como foro, sede e administração a cidade de Porto Alegre – RS, com jurisdição em todo o território do Estado do Rio Grande do Sul...

Deixe um comentário

Os campos com (*) são de preenchimento obrigatório.

Leia Também

COBAP retoma eventos presenciais com o XXVI CNAPI em Aracajú (SE)

COBAP retoma eventos presenciais co…

22 Out 2021 Notícias de 2021

Comprovante de vacinação da COVID-19 será obrigatório em atividades de alto risco

Comprovante de vacinação da COVID-1…

14 Out 2021 Notícias de 2021

Prova de Vida do INSS continua suspensa até fim do ano

Prova de Vida do INSS continua susp…

30 Set 2021 Notícias de 2021

Comissão aprova 14º dos aposentados. Projeto segue em tramitação.

Comissão aprova 14º dos aposentados…

28 Set 2021 Notícias de 2021

Entidades gaúchas participam do lançamento do Plano de Benefícios COBAP na FETAPERGS

Entidades gaúchas participam do lan…

19 Ago 2021 Notícias de 2021