May 12, 2021 Última Atualização em: 2:54 PM, May 12, 2021

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou até o fim de maio a suspensão dos bloqueios do pagamento de benefícios pagos pela Previdência Social por falta da chamada prova de vida. O comunicado foi feito pelo governo federal em 23 de fevereiro. 

A suspensão da prova de vida começou em março de 2020 após o início das medidas de isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). A portaria publicada em 20 de janeiro prorrogava a interrupção de cortes de benefícios por mais duas competências, referentes a janeiro e fevereiro deste ano, ou seja, válidos até o fim de março. No entanto, o anúncio antecipa a ampliação do período até o final de maio. 

O recadastramento é feito anualmente de forma presencial pelo beneficiário da Previdência Social ou por um procurador cadastrado no INSS caso o aposentado ou pensionista tenha dificuldades por motivo de doença ou problema locomoção. A comprovação pode ser feita na instituição bancária em que o beneficiário recebe o pagamento do INSS.

Para fazer a prova de vida, é necessário ir ao banco e apresentar um documento de identificação com foto. Algumas instituições financeiras já utilizam também a tecnologia de biometria nos terminais de atendimento.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou até janeiro de 2021 a realização do recadastramento de senha. Desta forma, o órgão não irá bloquear benefícios por falta da prova de vida até o ano que vem. 

A prova de vida é feita anualmente pela rede bancária onde o beneficiário recebe por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético. No entanto, devido à pandemia de Covid-19 (novo coronavírus), a exigência está suspensa desde março deste ano. 

É importante destacar que o recadastramento não está proibido. O segurado, se quiser e tiver condições, pode ir até o banco e fazer a comprovação de que está vivo, de acordo com o INSS e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). É necessário entrar em contato com o banco que você recebe o benefício para saber se é preciso fazer um agendamento de horário.

Após a retomada da prova de vida, quem não comprovar pode ter a renda bloqueada. Para realizar o procedimento, é necessário comparecer à agência bancária e apresentar um documento de identificação (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação) com foto. 

Leia Também

Presidente da associação de Sobradinho morre aos 63 anos

Presidente da associação de Sobradi…

07 Mai 2021 Notícias de 2021

Programa FETAPERGS na Estrada convidou mães do movimento para programa especial

Programa FETAPERGS na Estrada convi…

07 Mai 2021 Notícias de 2021

Rádio Web FETAPERGS transmite programa especial de Dia das Mães

Rádio Web FETAPERGS transmite progr…

06 Mai 2021 Notícias de 2021

Antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas já tem data

Antecipação do 13º salário de apose…

05 Mai 2021 Notícias de 2021

Assista ao programa FETAPERGS na Estrada dessa sexta-feira na íntegra

Assista ao programa FETAPERGS na Es…

30 Abr 2021 Notícias de 2021