Dec 06, 2021 Última Atualização em: 1:23 PM, Dec 6, 2021
Márcio Nunes

Márcio Nunes

Quando lembramos do início dos empréstimos consignados, consideramos que esta foi uma oportunidade que veio para beneficiar os aposentados e pensionistas, mas hoje é diferente, pois está se tornando um pesadelo. Esta é a consideração do presidente da Federação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul (FETAPERGS) José Pedro Kuhn.

Na última quinta-feira (22), em reportagem publicada no portal GaúchaZH, o Grupo de Investigação (GDI) do veículo mostrou o crescimento das fraudes envolvendo empréstimos consignados nos últimos dois anos no Brasil. Segundo dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), as reclamações de contratação por crédito consignado irregular crescer 12,78% de 2019 para 2020 em todo o sistema bancário. No Portal do Consumidor, administrado pelo governo federal, as reclamações mais que dobraram, aumentando de 39.688 para 89.688 a quantidade de queixas, uma alta de 124,45%.

Conforme o presidente da FETAPERGS José Pedro Kuhn, a divulgação ilegal dos dados pessoais dos aposentados e pensionistas, a ampliação da margem de comprometimento da renda e os prazos para pagamento contribuíram para o endividamento dos aposentados e para as fraudes: "A facilitação de acesso ao crédito, acabou abrindo portas para o crime".

ORIENTAÇÕES PARA SE MANTER SEGURO

José Pedro recomenda aos aposentados e pensionistas para ficarem atentos ao seu contracheque: "Caso tenha um dinheiro sendo descontado de forma indesejada e que você não saiba a origem, procure saber onde foi contraído este crédito. Além disso, não use este dinheiro que caiu na sua conta sem saber de onde veio". 

É importante recorrer às autoridades como o Ministério Público ou a Defensoria Pública para buscar solucionar este problema. Também é possível buscar orientação com advogados especializados nas associações de aposentados filiadas a Federação e também na própria FETAPERGS. Você pode ver qual associação está mais perto de você clicando aqui.

A FETAPERGS sempre buscou auxiliar os aposentados e pensionistas no sentido de orientar sobre os riscos dos empréstimos consignados e também como proceder em caso de sofrer um golpe financeiro. Na edição do jornal A Voz do Aposentado de junho e agora na próxima que sai no início de agosto, a entidade publicou matérias de orientação aos aposentados e pensionistas sobre como proceder nessa situação.

Após um pedido de vistas pelo ministro Alexandre de Moraes, o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu no dia 11 de junho o julgamento da revisão da vida toda. Esta ação pode aumentar o valor do benefício de um grupo de aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

 

Até o momento, o placar está empatado no STF. De acordo com o site UOL, votaram a favor dos aposentados o relator Marco Aurélio Mello e os ministros Cármen Lúcia, Rosa Weber, Edson Fachin e Ricardo Lewandowski. Os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Nunes Marques votaram contra a ação. 

 

Apesar de criar expectativa nos beneficiários da Previdência Social, é importante destacar que esta medida pode beneficiar apenas quem começou a contribuir com o INSS até 26 de novembro de 1999, aposentou-se entre 27 de novembro de 1999 e 13 de novembro de 2019 e que recebeu o primeiro benefício da aposentadoria há menos de dez anos. 

 

Em entrevista ao jornal Extra, do Rio de Janeiro, o advogado João Badari, do Instituto de Estudos Previdenciários (Ieprev), o julgamento decisivo deve ficar para agosto ou até mesmo depois. Isso ocorre porque as férias dos ministros começam no dia 1º de julho, portanto a decisão deve ficar para depois do recesso da suprema corte. 

Com o título "Desafiados a pensar", o presidente da FETAPERGS José Pedro Kuhn escreveu um texto que foi publicado no editorial do jornal A Voz do Aposentado de junho. Para acessar o conteúdo do jornal na íntegra clique aqui.

A FETAPERGS é uma entidade social que agrega o segmento constituído de associações de trabalhadores aposentados, pensionistas e idosos com a importante missão de trabalhar em defesa da vida com dignidade dos associados. O planejamento de atividades como assembleias, fóruns, seminários regionais e tantos outros encontros de características presenciais, cultura do nosso segmento, foram interrompidos pela pandemia viral que exigiu afastamento e distanciamento entre as pessoas, portanto restou-nos os contatos online para trocar ideias e orientações. 

Apesar das dificuldades causadas pelo isolamento, a diretoria está sempre atenta às demandas. Estamos esperançosos, pois felizmente os nossos cientistas foram ágeis em desenvolver vacinas para nos proteger e com a vacinação das pessoas sendo realizada, embora um pouco lenta, em breve teremos imunização suficiente para retomada do nosso planejamento com atividades presenciais. 

O processo de imunização ameniza o sofrimento causado pela pandemia e traz um pouco de tranquilidade para as famílias, porém devemos manter cautela. Sonhamos estar reunidos, presencialmente, para debater os desafios e pensar as novas formas de convivência, graças à vacinação que nos traz imunidade. No entanto, é importante reforçarmos a necessidade de cuidar da saúde, pois a Covid-19 veio para ficar junto a tantos outros vírus já existentes. 

Vamos seguir os protocolos de segurança e acreditar que coletivamente, em breve, poderemos participar dos eventos da FETAPERGS e construir uma bela história em favor da vida. 

Abraço aos amigos leitores.

A campanha chamada de Junho Violeta, para combate à violência contra a pessoa idosa, foi adicionada no Calendário Oficial de Eventos de Porto Alegre. O texto, de autoria do vereador Alvoni Medina (Republicanos), foi sancionado na manhã da última terça-feira (29) pelo prefeito da Capital Sebastião Melo.

 

Segundo o parlamentar, o Junho Violeta tem como objetivo desenvolver ações de mobilização, sensibilização e conscientização da população sobre todas as formas de violência contra os idosos no âmbito do município de Porto Alegre.

 

Durante o mês de junho, ocorreram diversas ações com o objetivo de chamar a atenção da comunidade porto-alegrense sobre o tema. Segundo o jornal Correio do Povo, o prefeito Sebastião Melo avaliou como positiva a ação do parlamentar: “É com imensa satisfação, estar hoje aqui na prefeitura juntamente com o prefeito Sebastião Melo, para sancionar a lei deste importante projeto, que é o Junho Violeta. Muitos idosos sofrem diversos tipos de violência e precisam do nosso apoio”. 

 

Segundo dados disponibilizados pela Delegacia de Proteção ao Idoso de Porto Alegre, os crimes contra os idosos aumentaram durante a pandemia. As denúncias de maus tratos contra a pessoa idosa cresceram 26,3% do ano de 2019 para 2020. Durante este mesmo período, os crimes de estelionato contra os idosos aumentaram 60,5%.

A Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas de Taquara inaugurou na última quinta-feira (17), no município de Rolante, um posto de atendimento da entidade.

Localizada junto à sede da Agência FGTAS/Sine, o espaço estará atendendo a comunidade das cidades de Rolante e Riozinho. No local, a pessoa pode confeccionar a carteirinha que dá direito a 40% de descontos em viagens rodoviárias intermunicipais dentro do Estado no Rio Grande do Sul. Além disso, o aposentado ou pensionista também pode optar por filiar-se à entidade e ter benefícios em estabelecimentos conveniados e também descontos em serviços de saúde.

Segundo o presidente da FETAPERGS José Pedro Kuhn, a ação é importante, pois visa estender o movimento dos aposentados, pensionistas e idosos no estado e também alcançar mais pessoas para se juntarem à categoria: "Avaliamos a ação como positiva e que segue o objetivo da Federação de promover o crescimento das comunidades, principalmente em apoio aos aposentados e pensionistas".

O presidente também elogiou a iniciativa por parte da entidade de Taquara: "Parabenizamos a diretoria da associação de Taquara pela ação, pois a comunidade das cidades de Rolante e Riozinho será muito bem atendida no novo posto de atendimento da entidade".

De acordo com o prefeito de Rolante Pedro Rippel, a ampliação dos serviços à comunidade localizada no município é importante: "A nossa agência FGTAS/Sine está cumprindo seu papel, buscando diversificar o atendimento à comunidade, sempre através de parcerias como esta que firmamos hoje”. 

O evento teve a presença do presidente da FETAPERGS José Pedro Kuhn, do 1º vice-presidente da Federação e vice-presidente da Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (COBAP) Carlos Olegário e o presidente da associação de Taquara Jotaul Rangel.

Também compareceram o prefeito de Rolante Pedro Rippel, o coordenador da Agência FGTAS/Sine em Rolante Adão Koslowski, a secretária de Assistência Social de Rolante Alzira Rippel, a secretária de Assistência Social de Riozinho Liamara Preto e o secretário de Saúde de Rolante Ricardo Gonçalves.

Leia Também

Calendário de pagamento de benefícios de 2022 já está disponível

Calendário de pagamento de benefíci…

06 Dez 2021 Notícias de 2021

Comissão de Finanças aprova pagamento de 14° salário aos segurados da Previdência Social

Comissão de Finanças aprova pagamen…

25 Nov 2021 Notícias de 2021

Perdeu o FETAPERGS na Estrada sobre o Décimo Quarto Salário?

Perdeu o FETAPERGS na Estrada sobre…

19 Nov 2021 Notícias de 2021

COBAP retoma eventos presenciais com o XXVI CNAPI em Aracajú (SE)

COBAP retoma eventos presenciais co…

22 Out 2021 Notícias de 2021

Comprovante de vacinação da COVID-19 será obrigatório em atividades de alto risco

Comprovante de vacinação da COVID-1…

14 Out 2021 Notícias de 2021